Café - Informativo Coffee Break

Coffeebreak - O portal de notícias do café

07/07/1999

 

Países produtores podem apoiar novo acordo da OIC

 

 

Aconteceu ontem, dia 6 de julho, em Brasília, a primeira rodada de reuniões dos países produtores de café. Estiveram presentes representantes de cerca de 45 países, incluindo filiados e não filiados da APPC (Associação dos Países Produtores de Café). Na reunião os países produtores expressaram o seu desapontamento com o resultado da última reunião do Conselho da OIC (Organização Internacional do Café), devido ao fato de não terem sido aceitas as propostas que poderiam revitalizar a Organização, por falta de um maior comprometimento dos países consumidores com a dinamização da entidade.

Os países produtores entendem que um novo acordo pode fazer sentido apenas caso os grupos produtores e consumidores se mostrem propensos a cooperar. Dessa forma, os países produtores reexaminaram as propostas apresentadas pelos países consumidores, em maio deste ano, e com espírito construtivo expressaram sua disposição em participar da próxima reunião da OIC, em 21 de julho, com o objetivo de buscar, junto aos países consumidores, o caminho que garanta a continuidade da cooperação internacional em café.

Assim sendo, na prática, os países produtores se mostraram propensos a aderir a uma extensão do Acordo Internacional do Café, que inclui um Fundo de Promoção, o aprimoramento do sistema estatístico e uma maior participação da iniciativa privada, através de um comitê próprio, mesmo que implementado através de resoluções do Conselho da OIC. Essa declaração dos países produtores pode garantir a sobrevivência da OIC por mais um ou dois anos. Durante esse período deve-se buscar uma participação mais efetiva da entidade na cooperação internacional em café, sem o que, sua existência não se justifica.

O vice-presidente do CNC (Conselho Nacional do Café) e membro titular do CDPC (Conselho Deliberativo da Política do Café), Manoel Vicente Bertone, presente à reunião, qualificou os resultados como "um sucesso", principalmente pelo fato de se ter conseguido uma flexibilização na posição brasileira, o que pode garantir a sobrevivência da OIC.

 

 

 









 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

 

Sabor Café

 

Receitas

colunas

 

Retrospectva

© 2010 Coffee Break. Todos os direitos reservados.