Café - Informativo Coffee Break

Coffeebreak - O portal de notícias do café

26/06/2013 10:17:34

 

Analista diz que volume de café brasileiro certificado em NY não deverá aumentar

 

 

O analista de mercado e diretor da Caturra Coffees, Rodrigo Costa, estima que o volume de café arábica brasileiro certificado pela bolsa de Nova York só vai aumentar se a bolsa pagar um prêmio pelo produto.

Na semana passada, pela primeira vez, um lote de 320 sacas do produto foi certificado em Nova York. A aprovação do café do Brasil como origem ocorreu em 2010, mas com início das entregas a partir de março deste ano.

Atualmente, o café brasileiro recebe um desconto de 9 centavos de dólar por libra-peso sobre o preço praticado em Nova York, mas o mercado internacional paga um valor maior para o produto, um prêmio em torno de 10 a 15 centavos sobre a cotação em NY, conforme Costa. Por isso, na avaliação dele, não deve haver grande volume de café brasileiro certificado pela bolsa americana. Já não havia expectativa de que o volume certificado fosse grande diante dos preços maiores pagos pelo mercado, avalia Costa.

O café certificado pela bolsa de Nova York é o grão arábica lavado (também conhecido como despolpado), cujo produto após a colheita tem a mucilagem (pele que envolve a semente do grão) retirada. Depois, o produto vai para um tanque de água para a fermentação, onde são eliminados os resquícios de mucilagem para posterior secagem das sementes. No Brasil, a maior parte do café arábica ainda é de grãos naturais, quando o fruto é seco e suas sementes são retiradas sem passar pelo processo de “despolpa”.

O mercado considera que os cafés lavados têm qualidade superior ante os naturais.

Fonte: CNC

 

 

 

 









 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

 

Sabor Café

 

Receitas

colunas

 

Retrospectva

© 2010 Coffee Break. Todos os direitos reservados.