Belo Horizonte será a capital mundial do café em 2013

14:53:43 -

A Semana Internacional do Café será um dos maiores eventos mundiais do setor cafeeiro em 2013. Programada para o período de 9 a 13 de setembro, no Expominas, em Belo Horizonte, a Semana receberá a reunião de 50 anos da Organização Internacional do Café (OIC) e a 8ª edição do Espaço Café Brasil.

A Semana Internacional do Café é promovida pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg), principal entidade do agronegócio mineiro, Sebrae – que fomenta o desenvolvimento da cadeia produtiva do setor –, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a OIC.

A OIC é o principal organismo intergovernamental do setor no mundo. A escolha de Minas Gerais para receber a reunião de 50 anos da organização, encontro que raramente ocorre fora de Londres - sede da entidade - reflete a importância do estado para a cafeicultura, já que responde por mais de 50% da produção brasileira – maior produtor mundial do produto. Na reunião da OIC, chefes de Estado e centenas de delegados de 70 países estarão na capital mineira para debater a produção e os rumos do mercado de café. Os membros da Organização representam 97% da produção mundial e mais de 80% do consumo de café.

 

Comitê Organizador

Para compor o Comitê Organizador da reunião comemorativa do cinquentenário da OIC foi publicada a Portaria nº 712, nesta sexta-feira, 16 de agosto, no Diário Oficial da União. O documento designa os seguintes representantes: Gerardo Fontelles e Janio Zeferino da Silva pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Orlando Ribeiro e Pablo Pereira, pelo Ministério das Relações Exteriores; Elmiro do Nascimento e Evandro Neiva, pelo Governo de Minas Gerais; Custódio de Mattos e Rodrigo Perpétuo pela Prefeitura de Belo Horizonte; e, Roberto Simões e Breno Mesquita pela Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária. A Coordenação-Geral do Comitê ficará a cargo da Secretaria de Produção e Agroenergia. (SPAE/Mapa).

 

Fonte: Mapa 


Governo discute formas de auxiliar produtores de café do Paraná

15:32:54 -

Produtores de café no Paraná, que tiveram as lavouras destruídas pelas geadas do mês de julho, podem ter ajuda dos governos federal e estadual. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26), pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, que estuda, junto à União, formas de atender às necessidades dos cafeicultores. As geadas de julho destruíram 62% de toda a produção estimada para a safra de 2014.

Com as medidas, o governo pretende manter a cultura de café no estado, já que muitos produtores consideram a possibilidade de partir para outros tipos de plantações, menos suscetíveis às mudanças climáticas. O governo estadual sugere formas de financiamento para que os produtores invistam em tecnologias que reduzam as perdas.

Além disso, para as pequenas propriedades, a orientação é o investimento na diversificação de culturas, para reduzir o impacto de eventuais perdas. O grupo formado por representantes dos produtores, do governo do estado e do governo federal discutiu ainda mudanças nas normas do Seguro da Agricultura Familiar e a prorrogação das dívidas contraídas pelos produtores afetados.

Mais geadas

Para a próxima quarta-feira (28), há previsão de mais geadas em quase todas as regiões do Paraná. De acordo com o Instituto Simepar, a massa de ar frio que avança da Argentina ganha força e pode gerar temperaturas negativas em muitas cidades. Apenas a região de Jacarezinho e o litoral devem amanhecer sem registros de geada. O sol deve predominar ao longo do dia, mas a força da massa de ar frio impede que as temperaturas se elevem muito.

Fonte: G1

 


www.coffeebreak.com.br
criado em 28/08/2013