Dólar abre em baixa de 100%, cotado a R$

09:08:09 - O dólar comercial iniciou os negócios desta Quarta-Feira com desvalorização de 100% em relação ao seu fechamento anterior. Na abertura da sessão, a moeda norte-americana era comercializada a R$ na compra e a R$ na venda.


NOTA: Antônio Andrade tem reuniões diárias sobre café

10:35:00 -

O ministro da Agricultura, Antônio Andrade, está com a agenda tomada por reuniões com deputados e senadores ligados aos produtores de café. Há duas semanas, o ministro se encontra todo dia com o grupo. Na semana passada, Andrade chegou a atrasar uma reunião com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, porque a conversa com os parlamentares do café extrapolou o tempo determinado. O pleito é sempre o mesmo. Os empresários do setor reclamam do preço mínimo da saca do grão, que está fixado em R$ 307. Eles dizem que o valor básico não supre os custos de produção. O ministro já sinalizou com a possibilidade de o governo comprar 3 milhões de sacas, ou 6% da produção anual, para exugar o mercado e aumentar o preço. Por enquanto, a possível medida não saiu do papel.

 

Fonte: Revista Época /MARCELO SPERANDIO

 


Produtividade da próxima safra de café do Paraná pode cair 20 por cento, diz Cepea

10:40:01 -

As geadas ocorridas no Paraná na semana passada devem ter pouco impacto no volume de café a ser colhido na safra atual (2013/14), mas podem reduzir a produtividade da temporada seguinte (2014/15) em até 20 por cento frente ao potencial produtivo, apontou nesta terça-feira o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

A avaliação foi feita com base em informações de colaboradores do Cepea.

"Isso porque parte das folhas foram queimadas pela geada, deixando o pé fragilizado. Em alguns locais mais expostos ao vento e à baixa temperatura, inclusive, foi verificada a geada negra, ou seja, o congelamento da seiva e do tecido celular da planta, causando a morte dos pés", afirmou o Cepea, da Universidade de São Paulo.

O Paraná, quinto produtor de café do Brasil, foi atingido por geadas seguidas ao longo da semana passada, que atingiram, além de lavouras de café, plantações de trigo, hortaliças e pastagens.

Os prejuízos causados pelas geadas ao café, no entanto, só poderão ser calculados e avaliados no período de fixação das flores, o que deve ocorrer entre setembro e outubro, acrescentou a análise.

Em relação à temporada atual (2013/14), apenas os grãos ainda verdes devem apresentar danos devido à geada e somente na aparência.

"Como menos de 5 por cento dos grãos da safra atual do Paraná ainda estão verdes e o Estado é responsável por menos de 5 por cento do total colhido no Brasil, os danos com a geada não devem influenciar no volume total produzido pelo Brasil na safra 2013/14."

O Brasil, maior produtor e exportador de café do mundo, deverá produzir na temporada atual (13/14) 48,5 milhões de sacas, segundo estimativa do Ministério da Agricultura. Desse total, o Paraná responderá por apenas 1,7 milhão de sacas.

Fonte: Reuters/  Roberto Samora

 


Embarques da Indonésia devem cair aos níveis mais baixos desde 2007

10:58:07 -

As exportações de café da Indonésia, terceiro maior produtor mundial de robusta, deverão cair aos patamares mais baixos em seis anos, diante dos prejuízos com as chuvas excessivas, que vão reduzir a produção.

Os embarques podem cair em 19% no ano, ficando em 6 milhões de sacas de 60 quilos, de acordo com estimativas médias de exportadores..

Isso representaria o pior desempenho para o país desde 2007, segundo dados da Agência Central de Estatísticas do país. A produção pode cair para 9,58 milhões de sacas, contra estimativas anteriores de 11,04 milhões de sacas. Avaliação recente, de junho, indicava previsões de exportações de 6,4 milhões de sacas e produção de 9,92 milhões de sacas, números que podem ser revisados para baixo diante dos danos com as chuvas

 

Fonte: Bloomberg

 


Porque a indústria de café solúvel involui no Brasil

11:00:02 -

Fonte: Direto da Bolsa


Mapa seleciona empresas para Expoalimentaria 2013

11:02:27 -

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), vai selecionar empresas de bebidas e alimentos para participarem da Expoalimentaria 2013. As inscrições são gratuitas para a feira que acontece entre os dias 15 e 17 de outubro, na cidade de Lima, no Peru.

Em 2012, a feira atraiu 600 expositores de 20 países e aproximadamente 30 mil visitantes. Segundo o diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio do Mapa, Marcelo Junqueira Ferraz, o Peru é um mercado que está em expansão. “Temos interesse, principalmente após a abertura da estrada Transpacífica, que liga o Brasil ao Peru por meio do Acre, com acesso ao Oceano Pacífico”, afirma Marcelo.

Para se cadastrar, a empresa precisa preencher o formulário eletrônico de inscrições até o dia 7 de agosto. O Ministério deverá encaminhar o comprovante de inscrição até três dias úteis após o envio do formulário.

A inscrição não garante a vaga no pavilhão brasileiro. Em 2013, o estande brasileiro, com 138m², contará com espaços individualizados para empresas e organizações selecionadas, além de catálogo institucional e apoio de recepcionistas bilíngues sem custos para os expositores selecionados.

A compra do espaço na feira, a montagem do estande e a confecção do catálogo oficial serão de responsabilidade do Ministério da Agricultura, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores.

Às empresas expositoras caberão os custos inerentes ao envio de amostras e de seus representantes, tais como deslocamento, visto consular, hospedagem, alimentação e quaisquer outros gastos pessoais de seus representantes.

 

Fonte: Ascom Mapa/ Paulla Mirella

 


Dólar comercial opera em baixa, cotado a R$

13:40:00 - O Dólar comercial está operando com baixa de 100%. Há pouco, a moeda americana era comercializada a R$ na compra e a na venda.


www.coffeebreak.com.br
criado em 31/07/2013